Sobre Paulo Alceu

Desempenho minhas funções de jornalista desde 1973 quando ingressei na TV Difusora de Porto Alegre. Dei início à minha carreira profissional transitando por todas as fases que na época compunham o departamento de jornalismo. Experiência enriquecedora. Fui de “pau-de-luz” até chefe de reportagem, mas me identifiquei na função de repórter a qual exerço até hoje.

Acabou mamata

Servidores estaduais de Santa Catarina que tinham sido demitidos  por atos incompatíveis com as funções que exerciam, estavam recebendo aposentadoria integral com base numa liminar do ministro Dias Toffoli. Mas caiu a liminar. O STF  atendendo a Procuradoria geral do Estado, num processo onde atuou a procuradora Edith Gondin e o procurador Weber Oliveira, cassou o direito aos benefícios, que por sinal tinham sido acolhidos pelo Tribunal de Justiça do Estado, que atendeu servidores civis e militares que após a confirmação da perda do cargo recorreram ao Judiciário para garantir a manutenção do pagamento integral da aposentadoria. Absurdo. São demitidos por atos incompatíveis com a função e querem continuar sugando dos cofres públicos. Essas distorções carregadas de privilégios devem ser derrubadas, pois representam um deboche ao cidadão que amarga uma infinidade de obrigações aqui do outro lado , diante de categorias que vivem apenas de direitos pagos com dinheiro público, sem obrigações.

30/11/2018 - 15:35|Notas da coluna|

A Força

Quando publiquei que Lucas Esmeraldino poderia de repente receber um prêmio de consolação assumindo a Secretaria em Brasília , rapidamente me disseram que não passava de especulação infundada. Agora que comentei sua provável ida para a Casa Civil do governo Moisés , silêncio absoluto. Pois e, Esmeraldino que deixou a Câmara em Tubarão se prepara para ser uma das peças importantes da administração estadual, apesar de provocar alguns desconfortos internos. E tudo indica que as confirmações de nomes para o colegiado comecem a aparecer a partir de agora. Já era tempo. Sendo que há fortes indícios de que a Secretaria de Segurança seja extinta fortalecendo a função do Delegado Geral, primeiro nome oficial anunciado pelo comandante. De repente o que estamos presenciando não deixa de ser um estilo do futuro governador.

28/11/2018 - 10:44|Notas da coluna|