Foi em Mondai, no Oeste do Estado. Três rapazes foram condenados ao pagamento de indenização no valor de R$ 9 mil por danos morais ao policial militar Rafael Bressler, que foi desacatado, desrespeitado e ofendido quando acionado para que os jovens diminuíssem o som do veículo que estava incomodando moradores. – Os condenados em 1º Grau apelaram ao TJ e receberam mais uma lição, desta vez do desembargador Marcus Túlio Sartorano que não acatou a defesa ao argumentar que o policial por estar no exercício de suas funções a ofensa a ele dirigida configuraria uma afronta ao Estado e não à pessoa….Para o magistrado agrediram verbalmente o policial, proferindo palavras de baixo calão tendentes a insultar sua escolaridade e a função pública por ele exercida. -A decisão da Câmara foi unânime. E está sendo aplaudida pela população cansada de garotos mal educados e impunes.