Designada para analisar processos jurídicos e prontuários médicos referentes ao uso da “pílula do câncer” em pacientes de hospitais de São Paulo, a deputada Carmem Zanotto, disse que vai se dedicar no recesso a esse trabalho consciente que centenas de pessoas estão aguardando, com imensa esperança, o resultado desta detalhada pesquisa. O grupo de trabalho da Câmara reunido esta semana visa definir se a fosfoetalonamina é de fato eficaz no tratamento contra o câncer.