De repente o cumprimento da lei incomoda muita gente. O trabalho do promotor Max Zuffo, que apreendeu produtos de origem animal impróprios para o consumo, além de atuar na impugnação do prefeito e do vice de Rio Negrinho, produziu ataques e ameaças, provocando inclusive a manifestação da Associação Catarinense do Ministério Público e a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público em apoio ao promotor.