O PSD de Santa Catarina tem o governador Raimundo Colombo assinando um manifesto a favor da presidente Dilma Rousseff, e o presidente da sigla, Gelson Merisio, dizendo que na situação atual a presidente tem que deixar o Planalto. E agora, são opiniões divergentes ou diferentes? O apoio do governador certamente não refletirá em votos na Comissão do Impeachment, que no momento está estacionada. O representante do PSD catarinense é João Rodrigues, que abomina o PT e é declaradamente favorável ao afastamento da presidente. Rodrigues está muito mais para Merísio do que para Colombo. Por sinal dos dois juntos possuem uma ampla representatividade no partido. Será que apenas o governador está no descompasso? Uma coisa é certa, Colombo também apoiou Dilma em Santa Catarina, de forma um tanto singela e ela foi atropelada pelo tucano Aécio Neves. Mas manteve sua palavra, embora na contramão dos fatos e dos princípios.