Segundo a oposição, a presidente Dilma continua surfando em inverdades. Por mais que afirme que não barganha os fatos e declarações de petistas mostram o contrário. Houve sim pressão do Planalto para que os deputados da comissão de ética não votassem favoráveis à cassação de Eduardo Cunha. Ela disse que não, enquanto que lideranças do partido dela declararam o contrário. Fica um jogando pedra daqui e outro de lá. Mostra o nível existem dos comandantes do país. Negociavam até a aprovação da CPMF em troca de proteção ao deputado Cunha. Vale-tudo…