Pois é, há uma suspeita de que o prefeito Cesar Junior não irá disputar a reeleição. Ele sempre que abordado sobre isso, nega com veemência. Mesmo assim os comentários continuam e cada vez mais fortes. No âmbito interno da pré campanha de Junior a avalição é de que ele tem chances reais de alcançar o segundo turno, e a partir daí será outra eleição com apoios significativos. O cálculo preliminar é de que as candidaturas de João Amin, acreditam que ele irá representar o PP, Angela Albino, acreditam que ela excluída da votação contra o impeachment rompe o acordo com os governistas da prefeitura, Professor Elson e Gean Loureiro, dividirão os votos com brancos e nulos, que deverão ser expressivo, fazendo com que Junior alcance no mínimo 20%. Chega ao segundo turno, com alianças importantes. É assim que eles matematicamente avaliam a disputa. Mas há aqueles que perguntam se combinaram com o “insatisfeitos” eleitor.