Durante a coletiva à imprensa o presidente Lula voltou a dizer que como cidadão é contra o aborto, mas como chefe de Estado defende que o aborto seja considerado uma questão de saúde pública. E agora: É ou não é?