A descriminalização da maconha, por sinal em julgamento no STF, revela muito mais a incompetência no combate efetivo as drogas tanto na prevenção como na repressão do que uma medida profilática. Trata-se de droga e como tal abre caminho para práticas mais devastadoras e de enfraquecimento de uma sociedade. Droga é droga, já diz o nome. Não tem porque criar meios de legalização.