No momento em que determinou a abertura de inquérito para localizar um possível vazamento de informações sigilosas referentes à Operação Moeda Verde o juiz Zenildo Bodnar também deixou bem claro que ? o princípio da liberdade de informação, desde que correta e verdadeira, não pode ser censurado sob a presunção de que estas estariam sendo veiculadas em contrariedade à ética profissional dos jornalistas ou a preceitos legais incriminadores, os quais, em princípio, não são sequer aplicáveis a estes profissionais.? -O magistrado também destacou que os advogados têm por dever ético e funcional proteger as informações sigilosas, sendo que excessos danosos na divulgação exigem providências no âmbito cível, mas manifestou como inadequado qualquer pedido de determinação acautelatória ou ordem contra a imprensa, ou jornalistas neste caso.