A última reunião do PDT de Florianópolis mostrou fissuras que poderão interferir negativamente nas eleições deste ano. Há um conflito entre grupos não permitindo um discurso de unidade, inclusive, de pensamento. Ainda não chegaram a um consenso na formação de uma executiva provisória. Hoje conta com duas lideranças: Duduco e o vereador João Batista. Pode perder.