Na quarta-feira, durante o balanço do Carnaval o prefeito Cesar Júnior sublinhou que a redução no repasse dos recursos para festas foi de 50% estimulando, desta forma, a chegada de investimentos privados. E que mesmo assim o Carnaval foi um sucesso. Claro que o corte se deu muito mais pela falta de verbas, diante de uma crise que atingiu também as administrações públicas exigindo malabarismos financeiros e bom senso, apesar dos desgastes políticos.