Os comentários de que o filho Paulo, do vice-governador Pinho Moreira, estaria na disputa eleitoral de 2016 ou de 2018 de repente não deve se concretizar. Pelo menos Moreira argumentou lembrando a pressão da mãe Ivane: “Se a mãe dele estivesse viva não deixaria em hipótese alguma entrar na política…” Pois é, em memória…