O senador tucano, Dalírio Beber, que é filho de professora, criticou durante participação na Comissão de Educação, o corte de bolsas de aperfeiçoamento do magistério no Nível Superior. O cancelamento atinge 45 mil bolsistas. Beber ao repudiar esta decisão do governo Dilma ironizou ao afirmar que mais um golpe para os que defendem a “pátria educadora.” Pois é, esse governo lança um programa voltado a educação e impede sua evolução com cortes inviabilizando qualquer iniciativa.