O STF e o STJ serão comandados por mulheres ano que vem. A ministra Cármen Lúcia assume, em setembro, o Supremo, e a ministra Nancy Andrighi tem tudo para comandar também a partir de setembro o STJ. Carmem Lúcia, mineira e Nancy Andrighi, gaúcha.