Pois é, começou descontraído com chimarrão e muitas risadas. Conversa solta. Mas de repente ficou sério com o governador enrolando papelzinho, quando fica, digamos, preocupado. Foi ontem durante a reunião no Centro Administrativo com a diretoria da Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina, que foi criada, esperamos, não para ser mais um cabide de emprego absorvendo aliados, mas para fiscalizar a eficiência dos serviços públicos junto aos municípios conveniados. E como disse o presidente da Aresc, Reno Caramori, “o governador nos entusiasma na tarefa de cumprir o papel definido na lei que criou a Agência e que corresponde a uma expectativa da sociedade para melhoria da qualidade dos serviços públicos no Estado.”