Em São Paulo ontem o deputado Paulo Bornhausen recebeu apoio da OAB que no dia 24 de maio posiciona-se publicamente contrário à prorrogação da CPMF. Esta feliz com as adesões. “O governo está produzindo um consenso artificial sobre a importância deste imposto, vou prosseguir na minha luta” argumentou o parlamentar.