Depois da porta arrombada são apresentadas soluções para resolver o problema de insegurança em Joinville que já se tornou crônica. Lamentavelmente há uma desvantagem da policia em relação aos atos criminosos que invadem a cidade. E isso é visível. Do outro lado uma população temerosa e na expectativa de uma solução que avance além das ações paliativas e pontuais. Estamos falando de 120 mortes este ano, até agora. Número considerado pela própria PM catastrófico. Se a PM, que responde pela segurança pública, acha catastrófico o que sobra para nós, simples cidadãos desprotegidos? E neste final de semana a estatística aumentou com mais sete mortes. E agora vão começar as blitzes… Tem que haver prevenção, efetivo compatível a maior cidade do estado, e que passe pelo menos a sensação de segurança à população que tem o direito de ser protegida, pois paga uma conta alta aos organismos do governo. Seria importante rever o que está sendo feito, porque não está surtindo efeito.