O Plano de Carreira do Magistério, segundo revelou o próprio secretário da Educação, Eduardo Deschamps, tem resistência na base governista. Parlamentares do PSD, partido do governador, mostram-se céticos quanto ao projeto, enquanto Colombo reafirma em discursos a importância de sua aprovação. Mas não está fácil, não.