Se existe impeachment hoje o artífice de toda essa estratégia foi e está sendo o deputado Eduardo Cunha. Abarrotado de suspeições e crimes em investigação, Cunha manobrou com frieza e determinação a queda da presidente, sem se abalar e demonstrando competência para o mal.