A votação da bancada de Santa Catarina na sessão do impeachment, 14 sim e 2 não, colocou entre os três estados do Sul, Santa Catarina como o que mais contribuiu proporcionalmente para o afastamento da presidente Dilma. Segundo o deputado Rogério Peninha Mendonça é natural que o Estado assuma a ponta nesse ranking, já que foi onde a presidente menos obteve votos para se reeleger. Em 2014 foi votada apenas por 3 de cada 10 catarinenses.