A liminar concedida pelo Tribunal de Justiça suspendendo os efeitos da MP, que aumentou a jornada de trabalho e retirou direitos dos trabalhadores da segurança pública, foi comemorada por entidades e parlamentares. O argumento sobre a inconstitucionalidade da Medida Provisória, durante sua tramitação na Assembleia, está na decisão do TJ. Para o deputado Dirceu Dresch há uma enxurrada de MPs. “ Esse artifício arbitrário impede a análise profunda da matérias. Uma MP tem 45 dias para ser votada, enquanto um projeto de lei complementar tem trâmite normal garantindo, inclusive, o envolvimento da sociedade no debate.”