Assediado pelo PSDB e também pelo PSD com a possibilidade de ser vice e quem sabe até candidato a prefeito na Capital, o ex presidente da Embratur, Vinicius Lummertz decidiu permanecer no PDMB. Comentava antes do final do prazo, que a família estava tendo um peso preponderante em sua decisão, pois há anos não tira férias. Mas comentou também que não teria interesse em ser Plano B, ou seja, caso Junior não concorresse poderia vir a ser candidato. Não empolgou, pelo visto.