A cúpula do PP de Florianópolis criou uma grande expectativa para o dia 11 de abril, inclusive, contestando tempos atrás a pressão do prefeito Cesar Júnior em definir a chapa o quanto antes. Os progressistas defendiam que uma definição no caso só ocorreria no dia 11. Houve na verdade até uma mal estar na época. A partir dia acabou havendo uma espécie de afastamento do PP do PSD de Júnior. A perspectiva de ser lançado o nome de um ou uma progressista na noite de segunda feira passada morreu numa apresentação acadêmica de um programa que sinceramente não empolgou a plateia. Foi uma noite fria, apesar do calor que vem fazendo ultimamente.