Por trás dos debates pela criação do Jardim Botânico de Florianópolis vislumbra-se um embate político entre os democratas e tucanos arranhando a tríplice aliança. O projeto assinado pelo deputado Marcos Vieira do PSDB alienando 18% do terreno da Epagri visando conquistar recursos para obras na Capital acabou sendo parcialmente decepado pelo governador. Segundo Vieira o governador cumpriu com o que foi acordado, mas computou aos democratas o veto na parte que determinava que os recursos seriam para Florianópolis realizar obras de infra-estrutura. ?Eles não querem que o Dário ( Berger) receba dinheiro e faça obras. Estão pensando nas eleições do ano que vem.? O líder da bancada do PSDB deixou claro o ingrediente político eleitoral, já que o DEM vem anunciando que terá candidato em 2008 na Capital. O governador vetou o ?carimbo? dos recursos, mas não impede se vender a área passar parte para a administração Dário Berger. Por isso o DEM quer derrubar por completo a emenda? Este debate demonstra que os arranjos para 2008 exigirão muito empenho e dedicação, além de uma dose de malabarismo.