O primeiro domingo de junho, assim que foi aprovado no Senado, poderá ser o dia em homenagem ao vinho, ou seja, será o Dia Nacional do Vinho, que representa uma importante cadeia produtiva do agronegócio envolvendo mais de 200 mil famílias. Falta o governo federal transformar o imposto que incide sobre o vinho na categoria de alimento e não bebida alcoólica, com acontece nos grandes países produtores. Beneficiaria não só o produtor como também o consumidor…mas ao contrário o que esse governo mais e tacar, como aconteceu dias atrás aumentando a alíquota do imposto sobre vinhos.