O deputado suplente Deka May, que assumiu na semana passada, aumentou o coro pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. Embora não vote, se posicionou contrariando de repente parte do PP nacional.”Em Santa Catarina somos contrários ao fato de uma pequena fração do partido apoiar este Governo. Respeito as pessoas, os partidos, mas não concordo. E pessoalmente, acredito que os que votam contrários ao desejo da imensa maioria do povo brasileiro não merecem nem o meu apoio e muito menos o meu voto”, disse o parlamentar progressista.