Foi elaborado ontem uma espécie de questionário pelos vereadores do Conselho de Ética que será enviado ao procurador Walmor Alves Moreira que por questões funcionais não pode comparecer à sessão, mas se colocou à disposição, em respeito à Câmara, para responder por escrito perguntas sobre o tema em questão.