De olho nas urnas no ano que vem o deputado Carlito Merss bateu de frente contra o Comam de Joinville deixando claro que não é favorável ao aborto apenas defendeu as declarações do ministro da Saúde para que o SUS atenda as 250 mil mulheres brasileiras que são vítimas de mutilações e seqüelas físicas devido a abortos criminosos. -“Sou a favor da vida, contra qualquer alteração na legislação do aborto e pelo fortalecimento dos mecanismos de planejamento familiar e controle da natalidade.” Garante que vai buscar na Justiça as responsabilidades daqueles que querem denegrir sua imagem política.