Pois é, o homem forte do PDT catarinense, Manoel Maneca Dias, não ficou desempregado, nem precisou recorrer ao seguro-desemprego, assim que deixou o Ministério do Trabalho assumiu, esta semana, como diretor-presidente da CorreiosPar. Tudo bem que se trata de uma subsidiária visando alavancar as receitas buscando novas parcerias e negócios, mas bem que poderia influir no serviço dos Correios que vem se deteriorando e de alguns anos para cá perdendo até a confiabilidade com faturas chegando depois do vencimento, além de extravio de correspondências. Pena, os Correios sempre tiveram uma imagem de eficiência, estão perdendo. Até isso, esse governo conseguiu.