O depoimento de uma jovem profissional revela a situação crítica e desprotegida da Capital.

“Hoje depois de trabalhar o dia todo em pé no Centro Sul, eu e minha amiga Dayane Matos saimos juntas do trabalho e atravessamos a passarela em direção ao centro, rumo ao nosso segundo trabalho do dia. Assim que descemos da passarela um vagabundo veio em nossa direção com um cabo de vassoura, ficamos sem saber o que fazer. Quando vi, ele estava puxando a minha bolsa e batendo com o cabo de vassoura em mim! Gritamos muito, minha amiga pegou uma pedra para jogar nele e então ele foi embora. Não levou nada, mas além das marcas que deixou em meu corpo, deixou um grande sentimento de tristeza e indignação! Um grande evento de tecnologia acontecendo em Florianópolis e não tem nenhum policiamento na saída do Centro Sul!!! Nenhuma segurança para nós trabalhadores, nenhuma segurança para os turistas que vem participar dos eventos e conhecer a cidade. 

Triste realidade de Florianópolis!!!” Violeta Bela.