O vice-líder do governo no Senado, Paulo Rocha, posicionou-se diante da prisão do senador Delcídio do Amaral: “Não votei a favor dos erros do senador Delcídio do Amaral. Votei pela defesa dos direitos conquistados pela Constituição de 1988. O meu voto foi pela independência dos poderes, pelo fortalecimento da democracia e contra a intervenção do poder judiciário sobre o legislativo.”