Pais com filhos estudando em outros países receberam uma péssima notícia pois terão que pagar 25% a mais em remessas para o exterior. É que acabou a isenção do Imposto de Renda Retido para essas remessas e que existia desde 2011. Mas como bons brasileiros já encontraram um jeitinho para escaparem do prejuízo. Estão mandando cartões de crédito para os filhos para transações lá fora que são tributados pelo IOF, com alíquota de 6,38%. Ou seja, a mordida do Leão e menor.