De repente, caso seja aprovado pelo Senado o contribuinte poderá abater do imposto de renda doações de livros a bibliotecas públicas como também gastos com o bebê, durante a gestação. As deduções deverão ser comprovadas pela nota fiscal da compra do livro ou recibo da biblioteca. O limite deve ser de 6%.