Pois é, a ex-ministra Ideli Salvatti reapareceu. Ou seja, passou a integrar a lista demoníaca do delator Nestor Cerveró, que está derrubando alicerces do poder petista com suas revelações na lava-jato. A cada declaração surgem novos personagens de uma imensa quadrilha de predadores dos cofres públicos. Ideli ajudou uma transportadora a renegociar uma dívida com uma subsidiaria da Petrobrás, no valor de R$ 90 milhões. A partir daí surgiram os “por quês…”