O discurso do lado do governo é de que houve aumento em mais de 50%. Além disto afirmam que os policiais catarinenses estão numa situação privilegiada comparada aos demais policiais do país e que no momento prevalece a Lei de Responsabilidade Fiscal. Ou seja, não haverá reajuste por enquanto. Terão que esperar…