É triste, mas por mais que se façam campanhas, apelos, alertas e se puna, mesmo assim, motoristas irresponsáveis desafiam a própria vida colocando a vida de quem nada tem com isso, em risco. E ainda acham que tem razão, quando chamados à atenção. É triste. No espírito de levar alguma vantagem ofertam, muitas vezes, a vida em troca da morte. A maioria não acredita que vai acontecer alguma coisa e desanda em ilegalidades e imprudências. Colocando todos em risco. É triste. Segundo a Organização Mundial de Saúde, 90% dos acidentes de trânsito são causados por falha humana. A imprudência, ou seja, o excesso de velocidade aliado a ultrapassagens perigosas, são os maiores responsáveis pelas estatísticas de morte por acidentes nas estradas. É triste. Nada no mundo é capaz de devolver as vidas que são abreviadas nas estradas. Nada. E mesmo colocam a vida na bandeja da morte. São pessoas que não merecem muito menos respeito.