O Senado ontem voltou a colocar no banco dos réus a Polícia Federal. Sobram críticas desde ?arbitrariedades? passando por ?exibicionismo? até ?estado policial.? Aprovaram, inclusive, uma série de indicações para os Conselhos Nacionais do Ministério Público e de Justiça. Centraram fogo no trabalho da polícia ao invés de buscar neutralizar o avanço da corrupção e da impunidade.