Trabalhando para organizar a PSB no Estado o deputado Djalma Berger, de repente, terá que dar outras explicações já que o ex-governador José Reinaldo Tavares, integrante do partido, está envolvido na operação Navalha. Vai ter que se defender na Comissão de Ética.