Segundo o prefeito Cesar Júnior a reunião com o procurador geral do Ministério Público Federal João Marques Brandão Neto foi importante em vários aspectos, entre eles, o de formar uma espécie de parceria para atuar diretamente nas ligações clandestinas. Ocorre que multas não estão surtindo efeito. O que é lamentável. A tendência, prefeitura junto com o MPF, é desenvolver ações criminais.