De repente o ministro Nelson Barbosa era a única e derradeira alternativa da presidente Dilma para ocupar a Fazenda. Não se trata de um novo gestor para uma nova política econômica…é o fundo do tacho, mesmo.