Os cinco fingers que serão utilizados no novo terminal do aeroporto Hercílio Luiz, não estão depositados num prédio junto a pista, mas ao “relento,” na área que foi construída para ser o estacionamento de aeronaves. Com toda a demora para a conclusão do novo terminal certamente esses equipamentos estarão imprestáveis.