Os parlamentares que atuam em Brasília estão voltando depois de 12 dias de folga por conta do Carnaval e na pauta cerca de 50 projetos que aumentam em R$ 500 milhões os custos da máquina pública. Deve ser por isso, também, o empenho para o reajuste desenfreado de impostos. Sustentar essa máquina paquidérmica.