Quem não deve estar muito confortável com a venda da RBS tendo como um dos principais acionistas o empresário Lirio Parisotto e o vice governador Pinho Moreira. Acontece que Pinho quando presidia a Celesc teve vários ,digamos, ruídos com Parisotto, que tem ações na estatal. Enquanto isso, o secretário da Fazenda, Antônio Gavazzoni, está em alta com Parisotto.