Ontem em Brasilia o presidente do PMDB, Mauro Mariani solicitou ao ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, a exoneração de Djalma Berger e Paulo Afonso, que estão grudados nos cargos na Eletrosul. Braga acatou o pedido. Pois é, foi preciso ir no ministro para que os dois saissem da estatal e cumprissem a posição oficial tomada pelo PMDB/SC, de desocupar todos os cargos federais, deixando de integrar o governo da presidente Dilma Rousseff, e agora do Lula.