Partiu do governador Colombo a previsão de que o primeiro semestre do ano que vem será muito difícil. “O cenário está se agravando. 2016 será mais cruel. A economia não vai crescer. Não terá folga financeira.” Apesar desse quadro pessimista o governador continua firme na sua decisão de não elevar os impostos em Santa Catarina.