O grande desafio de quem comandará Florianópolis nos próximos quatro anos será a mobilidade urbana. A cidade está se tornando intransitável. E as ações até aqui não passaram de paliativos de visão limitada. Obras que foram entregues já estavam saturadas.