Santa Catarina está solicitando U$ 30 milhões, ou seja, a metade do que pretendia inicialmente. Em contrapartida o governo do Estado ingressaria com U$ 16 milhões e o Federal com U$ 8 milhões. A idéia é que Brasília assuma tudo.