Já o prefeito Cesar Júnior foi direto e se colocou à disposição, inclusive, das autoridades para qualquer tipo de esclarecimento sobre seu nome na lista da Odebrecht. Junior não reconhece a doação da empreiteira à sua campanha e deixa claro também que a referida empresa não possui qualquer relação contratual com a prefeitura de Florianópolis. Para o prefeito isso não passou de uma enorme sacanagem, mas como consequência deu mais energia ainda para enfrentar essas distorções.