O secretário da Agricultura Antonio Ceron não é de maquiagens, deixa claro, que o governo e a Cidasc precisam mais do que nunca da parceria da agroindústria catarinense para manter este status e enfrentar as vistorias periódicas que serão efetuadas. Ceron também enalteceu a defesa do delegado brasileiro na Organização Mundial de Saúde Animal, Jamil Gomes de Souza. Conquista por unanimidade.